sexta-feira, fevereiro 23, 2007








Eles comem tudo, sugam o sangue fresco da manada,
e não deixam nada...
É preciso avisar... agitar a malta
O povo é quem mais ordena em cada esquina um amigo
em cada rosto igualdade
Só nesta rua não há lugar para os filhos da mãe
Águas das fontes calai que eu não volto a cantar
Não me obriguem a vir para a rua gritar


Avisaste a malta
Deste-te à malta
Ensinaste a malta,
A malta sugou e gostou
Mas não aprendeu tudoo que ensinaste.
Tens que voltar!
Vais ter que renascer no seio da manada!

5 Comments:

Blogger Papoila said...

Ola passei para agradecer a visita e as belas palavrinhas de ternura la deixadas! Conhecer este blog e um prazer! Voltarei, e sempre bom libertar as recordaçoes dos baus da memoria, adoro baus!!!
Bjinho doce de Boa Noite,
Papoila Sonhadora,

7:30 da tarde  
Blogger Catarina said...

Belíssimo post!

Gosto das canções e tenho pena de não ter conhecido o Zeca.

Um beijinho para si e obrigada pelos comentários que tem deixado.

9:48 da tarde  
Blogger Dad said...

Que chique!

O seu blog está chiquérrimo!

Um beijinho,

6:55 da tarde  
Blogger Je vois la vie en vert said...

O baú levou um belo restauro !
Está a se tornar um baú de luxo com música à escolha e tudo !
Parabens !
Um beijinho verde

10:34 da tarde  
Blogger Catarina said...

Vim ver se havia novidades depois de tantos dias que estive sem computador.

O blog está, realmente muito bonito - bem marinheiro.

Parabéns.

Um beijinho,

5:24 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home