sexta-feira, março 10, 2006

Nasci agora e vou contar umas coisas...

Tenho a cabeça tão cheia
De histórias para contar...
Naveguei por sete mares,
Amei, sorri e chorei,
Como qualquer que se preze
E não teme confessar...

Agora cheguei aqui
Para recordar, pra sorrir
E talvez pra partilhar
Tudo aquilo que aprendi,
Aquilo que já vivi!
O que ainda quero viver...

Porque há-de haver sempre a hora
Em que um homem pensa assim...
Não vou só contar...contar...
E ficar-me por aí!
Vou escrever, vou registar...

Para memória futura,
Quero deixar o registo
Do que o tempo estraga e cura.
Quero essa chance pró tempo
De ainda me dar o tempo
Pra eu poder reviver...

Sacudir mágoas e danos
E agora, já sem enganos,
Poder ser eu por inteiro
Só viver como desejo
Com esta fome danada
Que tenho por esta vida
Que precisa ser vivida
Com muita e muita alegria
Pois quando tudo se for
E esta terra deixar
Eu quero ser recordado
Como alguém afortunado
Que soube viver a vida
Que soube compreender
A doce palavra AMAR!

Neste baú já antigo que hoje entreabri...
Há tanta história...
Tanta memória...
Por aqui...

10 Comments:

Anonymous a sonhadora said...

Olá Jorge...
Vou ficar à espera que o baú se vá abrindo, e mostrando as coisas bonitas que estão lá dentro!!!
PARABÉNS e BENVINDO à grande familia blogueira!!!
Por cá andarei de vez enquando e até lá...aquele abraço
Binda...a sonhadora

11:07 da tarde  
Blogger Luz Dourada said...

Gostei muito do que disse e espero que assim seja, sempre!
Beijinho,

11:10 da tarde  
Blogger Jo said...

Queridas, Luz Dourada e Binda,as vossas intervenções são o melhor incentivo para eu continuar.
Muitos beijinhos

1:04 da manhã  
Anonymous Mariana said...

Olá! Só agora é que vi que o blog é mesmo recèm nascido!
Good luck ó Jo!
Eu também tenho que fazer um, pois ando sempre a comentar os outros e tenho tido falta de tempo e sabedoria para construir o meu próprio.
Beijinhos mais uma vez e boa sorte para o baú!

12:19 da tarde  
Anonymous Luis António said...

Cheguei aqui por acaso e gostei do blog novinho em folha. Gostei não só deste poema que me parece uma quase narrativa de vida e descrição de personalidade, como dos restantes posts que denotam uns muito ternura e outros um bom sentido do humor, o que é essencial nestas coisas. Vou voltar!
Parabéns!

9:43 da manhã  
Anonymous Luís Jorge said...

Parabéns!! Uma vez mais conseguiu surpreender-me...
Um beijo,
LJ

6:42 da tarde  
Blogger Jo said...

Caro Luis Jorge vou tentar surpreender-te mais vezes,por exemplo com esta figura do meu perfil.Não me digas que não é novidade para ti!

4:10 da manhã  
Anonymous Mariana said...

Caro Jo,
Do seu comentário com o LJ depreendo que este se surpreende muitas vezes consigo. Como não há-de surpreender-se? Um esplêndido anjarrão de asinhas brancas e bem tostadinho, surpreende qualquer um!
Um abraço,

1:37 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Where did you find it? Interesting read »

8:40 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

What a great site film editing schools

10:09 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home